segunda-feira, 12 de julho de 2010

Deputado Paes de Lira põe os pingos nos "is" sobre a candidatura de Dilma Rousseff



O deputado Paes de Lira falou tudo. Um católico não pode votar em Dilma. Simples assim. Eu recomendo o voto em Marina Silva como mal menor (lembrem que Serra foi o responsável pela frouxa norma técnica do Ministério da Saúde que efetivou o aborto legal no país).

5 comentários:

  1. Me responda: na sua opinião Serra não pode figurar como mal menor?

    Que ele aprovou a norma todo mundo sabe,mas a norma é só para os casos que o CP não pune (casos estes que Marina tb não procurará combater). Tendo em vista que ele não quer prosseguir a abertura a outros tipos de aborto, na questão do aborto ele está no mesmo patamar da Marina. Não dá pra condenar o voto no Serra por um ato mal do passado quando ele diz não querer abrir as leis ao aborto. E não dá pra ficar tentando adivinhar que ele está mentindo ou não. Ou estou enganado?

    ResponderExcluir
  2. Thiago.
    Vejo que infelizmente não é possível se associar a um partido político na atual situação de nosso país sem ferir alguns de nossos princípios morais. O que o deputado fez é um ato de coragem, assim como o de Marina Silva, pois também sabemos que o PV está muito longe de ser um partido que defenda os valores cristãos.
    Quanto a José Serra, quem mora em São Paulo sabe bem de suas mentiras, começando pelo fato de assumir mandatos e não cumpri-los até o fim. Não é um mal menor, na minha opinião. Se o candidato fosse Geraldo Alckmin, eu avaliaria melhor a possibilidade de votar no PSDB.

    ResponderExcluir
  3. Concordo Janete, o nosso voto tem de ser pragmático e pragmático no sentido de impedir que as coisas piorem, impedir que todas as portas para o reinado social de Nosso Senhor Jesus Cristo se fechem.

    ----------

    Caro anônimo, na minha visão Serra não pode figurar como o mal menor. A aprovação da norma técnica é um absurdo forte o bastante para não se votar nele, pois o contrário seria dizer que não há nenhum mal em normatizar o assassinato legal de inocentes.

    Serra não é um cristão de verdade (ele se diz católico, mas é tão falso quanto FHC assistindo à Missa na Basílica de Aparecida). Marina Silva, por sua vez, apesar de materialmente uma apóstata, é uma cristã sincera.

    José Serra se declara mais de esquerda que Dilma (que é de uma esquerda com a cabeça na década de 1960)e é cheio de maluquices politicamente corretas (isso denota autoritarismo). Já Marina aceita o estado de direito, o jogo democrático e é aberta a dialogar com quem pensa diferente dela.

    Portanto, indubitavelmente, para mim, frente a canditaturas totalmente imperfeitas, deve-se escolher Marina Silva.

    ResponderExcluir
  4. Mas tirando os assuntos essenciais para um cristão, creio que Serra seria um mal menor.
    Na entrevista que ele deu no programa 3 a 1 da TV Brasil, disse ser um entusiasta do voto distrital. E já que os 3 principais candidatos têm pensamentos iguais quanto à questões como aborto e "casamento" homossexual, temos que ver o lado político-econômico.
    Essa declaração dele me fez dar uma guinada à seu favor.
    O que eu gostaria mesmo de saber, é se esse plebiscito que Marina Silva fala que fará, incutirá também a revogação de aborto em caso de estupro e/ou para salvar a vida da gestante.
    Se sim, eu até que votaria nela.

    ResponderExcluir
  5. Bem, pelo que entendi esse plebiscito é só uma idéia, os limites dele seriam dados pelo Congresso. E eu não acho que os candidatos têm o mesmo pensamento quanto a posturas como o aborto e o casamento gay. Dilma e Serra trabalharam a favor do aborto, Marina é contra; Dilma e Serra são a favor do casamento gay, Marina é contra (mas é a favor da repercussão patrimonial e previdenciária desse tipo de relação estável - o que me parece justo numa perspectiva natural).

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...