sexta-feira, 1 de junho de 2012

Jesuíta acaba com esquerdista em debate sobre a Inquisição






Debate entre o historiador Jorge Martins e o padre João Seabra, RTP Memória, 7/11/2005.

Alguns números apresentados pelo próprio historiador: em mais de 200 anos, a Inquisição, em todo o império português, elaborou 40.000 processos. Desses, 24 mil resultaram em condenações. Entre essas, cerca de mil foram condenações à morte. Das condenações à morte, menos de 500 foram efetivamente executadas, isso ao longo de quase 300 anos, num território que cobria quatro continentes.

O raciocínio do jesuíta não é evidentemente o de minimizar a morte de seres humanos, mas sim de contrastar a Inquisição com a violência praticada nas sociedades européias dessa época.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...