sábado, 26 de abril de 2014

O relativismo

Este post agora pode ser lido aqui.



terça-feira, 15 de abril de 2014

Deu PT

Este post agora pode ser visto aqui.

segunda-feira, 14 de abril de 2014

Ver é tudo de bom

Sexta-feira passada eu estava fazendo compras numa papelaria e encontrei um senhor conhecido meu da Sociedade de São Vicente de Paulo que estava na companhia de uma amiga, também idosa. Eles passaram a conversar enquanto esperávamos na fila do caixa, e aí eu ouvi o seguinte diálogo que me deu uma boa lição a ser sempre rememorada:
 
- Dona Maria, você foi ao médico?

- Fui sim. Mas não estou com catarata não.

- Que bom.

- Se é. Minha irmã teve de esperar ela cobrir o olho todo para fazer a operação. Ficou cega um tempo.

- Parece que hoje em dia não precisa disso não.

- Não sei… mas ver é tudo de bom. É o melhor que existe.

- É sim.

- E andar também… é uma alegria andar.

Aí ela olhou para mim é disse:

- Ver e andar é tão bom, né? É o que há de melhor.

Só pude balançar a cabeça concordando e pensei em como, às vezes, reclamo da vida sem o menor motivo sério, esquecendo de valorizar as coisas simples de que só sentimos a falta quando não as temos mais.

quinta-feira, 10 de abril de 2014

Conheça a Missa em quadrinhos

Obra do Pe. Demetrius Manousos, com imprimatur do Cardeal Spellman (1954, em inglês), que apresenta o rito gregoriano e a teologia em que ele se sustenta em formato de quadrinhos. É ótimo para crianças, mas também serve aos adultos.




quarta-feira, 9 de abril de 2014

II Domingo depois da Páscoa

Dando continuidade ao trabalho que deu origem ao Ordinário da Missa divulgado aqui no blog, alguns membros da Comunidade Apologética Católica se uniram para fazer Próprios que reúnam o que há de melhor em vários missais dos fiéis e mais um pouco. Nosso primeiro exemplar dessa nova etapa acabou de ficar pronto e, assim sendo, compartilho abaixo os links do arquivo em PDF para o Próprio do II Domingo depois da Páscoa no rito gregoriano (o primeiro está em formato de livreto e o segundo em formato normal - sugiro que as comunidades ligadas ao rito tradicional imprimam um exemplar em formato de livreto e depois tirem fotocópias dele):



Visão de 1964

Este texto agora pode ser lido aqui.